Número total de visualizações de página

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Imortal

Imortal

Cravo na parede o carvão negro e faço a minha sombra!
E sem apagar o negro da vida, sou imortal naquele desenho!
Igual faço com o sangue que me corre nas veias, quando cravo na parede o teu corpo e sendo imortal, aqueço!
Igual faço com o meu sémen, tatuo na parede de ti e sou imortal no sonho!
E se um dia a morte se esquece… Eu não esqueço!
Porque sou sombra na parede da vida!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.