Número total de visualizações de página

domingo, 26 de março de 2017

Simbologia real

Simbologia real

Existe na estrada, um caminho onde me entrego e deixo que o amanhã seja a vontade do resto da mesma estrada.
Existe um tempo que se chama hoje, o único momento a quem eu devo a vénia, na esperança que em agradecimento me chegue o amanhã.
Não hesito, nem demoro no viver, não pergunto para seguir, nem sigo para perguntar, hoje eu caminho e amanhã o dia se cuidará.
Então, o meu tempo vive na estrada, onde os meus olhos rastejam intensamente, onde o meu pensamento busca na terra, a luz de uma estrada que ainda não chegou.
Existe uma estrada onde sou transgressor, a mesma estrada onde sou criatura, num ontem de mente pura, num hoje que me atura e a mesma onde eu faço amor.
Alguém me grita na surdez do mundo, alguém me desperta o ouvido para que escute o que vem no vento, o que vem em cada nuvem, e que a voz da razão sacie, enriqueça a alma e o amor continuamente… Que se forme em mim um intenso amanhã.
Existe uma estrada onde derramo os meus lábios, onde abraço a luz de um corpo, onde desejo, onde tenho vergonha e onde já não me envergonho.
Escrevo hoje, pois amanhã não sei… Hoje apago do consciente algumas transgressões, como a névoa em forma de pecado, hoje sou eu na estrada que amanhã o dia cuidará, hoje sou revestido de amor e vinculado á perfeição… Existe uma estrada para lá da vida e uma porta aberta ao mundo, que o mundo nos trará… Ou não!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.