Número total de visualizações de página

quinta-feira, 16 de março de 2017

Existes e eu não sei onde!

Existes e eu não sei onde!

Onde estás sólida afirmação deste meu esperar,
onde te posso encontrar,
onde me posso unir,
onde te posso amar, amar como a sorrir.

Onde estás beleza e talento,
onde te posso encontrar
sensibilidade do meu olhar,
onde te posso amar, amar como a sonhar.

Onde estás sonho ou realidade,
onde te posso ver, auréola de luz,
onde te posso amar, amar como a Jesus.

Onde estás espuma de amor,
onde te posso encontrar, rebeldia do meu desejo,
onde te posso amar,
amar como quem sente na boca um beijo.

Onde estás abraço que nos une,
onde te posso encontrar ritmo da minha vida,
onde te posso amar, amar para sempre,
sem despedida.

Diz-me,
pois não te encontro doce flor,
ou não me encontras,
nem sabes de mim em teu amor!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.