Número total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Cada ano que passa, outro vem...

Cada ano que passa, outro vem…

Cada ano que passa, passa real e surreal pelo meu respirar.
Sempre tento consagrar cada dia, e cada dia é uma separação de mim e do mundo, em cada dia me despeço do passado, mesmo não o esquecendo.
Sabe-me bem reencontrar o natural da vida e vingo-me com a nudez que o futuro me dá, e aí entro para mais um dia, mais um ano para tentar vestir esse amor.
Cada ano que passa, eu recordo que fui rei e que a meu lado existiu uma rainha, um príncipe e um reinado onde prosperaram os amigos…
Vou tentar utilizar os dias que o ano novo me vai trazer, vou abraçar os amigos, vou olhar o meu príncipe e oferecer-lhe cada segundo que puder, vou amar a rainha que se deita a meu lado e vou querer ser novamente feliz. Espero por vocês… Amigos.
A poesia é a única maravilha, que não passa com o passar dos anos, essa ganha sempre asas e voa pelo mundo fora, só me resta abraçá-la e abraçá-la é estar juntamente com todos os que a amam, os que a levam, os que a dizem e os que a escrevem.
Cada ano que passa ganho mais amigos… Então tudo já me é luz e amor.

Feliz ano 2017
São os votos deste vosso amigo, que vos guarda no coração.

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.