Número total de visualizações de página

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Ser... Eu

Ser… Eu

Ser…
Ser quem sempre sonhou
Quero ser…
Aquela pessoa que sempre fui
Aquela pessoa que sempre voou
Sendo eu, a pessoa que sempre sou
Ser…
Aquela pessoa que sempre amou
Ser o pedaço de um mundo, onde estou
Ter e ser,
o amor que a todos dou
Quero ser criança a quem o mundo deu
Quero ser o mundo que não se perdeu
Quero ser eu…
Quero ser o sol e a chuva fria
Quero ser a luz e a alegria
Quero ser o povo que me conheceu
Ser…
Ser a voz que me apeteceu
Quero na minha sombra o perdão
Quero ser a paz, uma alma, um coração
Quero ser
Ser a perfeição, mesmo que impossível
Quero ser o intransponível
Quero ser
Quero ser o olhar ao longe para te buscar
Quero ser a mão para te acenar
Quero ser,
a dor de um mendigo no meu abrigo
Quer ser, ser a fome sem promessa
Quero ser o abraço, ser o amigo
Ser a vida e que o mundo aconteça
Só quero ser…
Ser… Eu


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.