Número total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Uma metade completa

Uma metade completa

Se for preciso,
ao cobrir o corpo serei metade de mim.
Uma metade estimulará a curiosidade
e a outra será ausente.
Uma metade,
será doente pelo amor que me faz sofrer,
a outra, que será em fim?
Se for preciso, uma metade não terá tabus
e serei homem…
Pela outra metade, serei quem sente.
Uma metade será forma, será razão,
a outra será ou não.
Uma metade será simples como eu,
a outra será terra ou será céu.
Se for preciso, uma metade será luz e amor,
a outra será se for…
Uma metade será completamente,
a outra será semente.
Uma metade será meu corpo e o teu,
a outra será mente, serás tu, serei eu.
Se for preciso, numa metade serei poeta.
Talvez a outra seja, para quem me beija
uma metade completa.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.