Número total de visualizações de página

terça-feira, 28 de junho de 2016

Escuto o meu coração

Escuto o meu coração

Oiço-te cantar
Oiço a água cair
Oiço o relógio a contar,
as gotas do teu sorrir
Somente te oiço
Somente te sinto no meu silêncio
A parede é testemunha
Da água que jorra,
E que no sonho te punha!
Oiço-te cantar
No silêncio da torneira fechada
Encostado à parede
Deste meu lado
Neste meu fado
De fada encantada
Amo ouvir a tua voz
E olhar o meu relógio
a contar
Sempre sais depois do banho
És linda…
És pura…
És o sonho…
És amor por mim louvado
Sempre sais depois do banho
Eu te vejo…
Da porta ao lado

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.