Número total de visualizações de página

sexta-feira, 10 de junho de 2016

A toda a hora

A toda a hora

Momento virgem… Só um momento nosso…
Lindo e sentido será, se for puro como a aurora
Um momento só, tanto meu como vosso
Aliviado nos teus braços, no momento de agora

Tende em mim vossos braços apertados
Fazei-me sentir sufocado e condenado no momento
Virgem, único, entre corpos tresloucados
Entrelaçados por pernas, lábios e sentimento

Vós… Senhora de santa íris que me devora
Vós… Menina maior cativa do meu gesto
Sois virgem aos meus olhos e sonhadora

Mulher sublime ao momento, como outrora
Hoje te sinto completamente, a ti me presto
Agora, neste momento eterno… A toda a hora


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.