Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Solta as penas e te fazes anjo

Soltas as penas e te fazes anjo do céu…
E na terra quebrarás o ritual dos meus dias
E farás acelerar o meu cristal…
A tua voz soprará ao olhar meu  
Aí nos vestiremos em corpos nus e euforia
A tua boca novamente me sorrirá
Soltará palavras em perfeição, em sintonia…
E eu no soltar das penas, sentirei o teu ventre e morrerei…
Sem respirar, sem te olhar e te amei sofregamente no quente…
Na noite fria
E na tristeza do tempo passado, seremos futuro,
quererei estar a teu lado
E ser feliz…
Soltas as penas e te fazes anjo do céu…
E ao rebolar nas nuvens, seremos uma flor
Aromas e essências em perfeição… Onde o teu pulsar
Será no meu pulsar… As penas de um futuro de amor

José Alberto Sá



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.