Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Viagem ao deitar.

Viagem ao deitar

Saltas na terra e chegas às estrelas
Olhas o mar que voa no abraço da gaivota
Velas ao alto, mastros erguidos na caravela
Saltas na terra e me amas garota

Feres a maçã, no ventre romã
Saltas as ondas, num mundo qualquer
Fruto silvestre, num sol da manhã
Saltas na terra e me amas mulher

Gelas a luz, que apagas para se ouvir
Saltas e gemes como barcos à deriva
Saltas na areia que escalda o sentir
Frios do suor, que amo de ti… Minha diva

Saltas na terra, num mundo coragem
Força nos braços, nas pernas o farol
Mares de amor, em corpos viagem
Saltas desertos, no ventre o lençol


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.