Número total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

À mesa

À mesa

Sentado à mesa… Um café, o meu bloco de apontamentos, a minha caneta e palavras… Muitas palavras de amor… Uma certeza.
Estavas lá…
O vazio das cadeiras era teu, te via sem ver, serena, linda, aveludada.
Um bloco de apontamentos, uma caneta e palavras… Muitas palavras de luz, que através dos meus olhos a posicionava.
E nas cadeiras vazias o meu sentir, elas estavam preenchidas por ti, senti o teu sorriso, que saía dessa boca por mim iluminada…
Um bloco de apontamentos, uma caneta… Palavras… Muitas palavras numa dança.
Estavas lá…
No vazio das cadeiras que imaginei contigo e de joelhos te pedi permissão, para que dançasses comigo… Vieste!
Um bloco de apontamentos, uma caneta, palavras… Muitas palavras que bailavam sobre a mesa do meu coração…
Estavas lá…
Dançamos… Beijamos e nos abraçamos numa escrita feita por mim.
Um bloco de apontamentos, uma caneta, palavras… Muitas palavras, plantadas em meu jardim.
Depois, olhei novamente as cadeiras vazias! Não estavas mais, foste nas palavras, nos ventos…
Sentado à mesa… Um café e palavras que escrevi… Palavras que me dizias!
Saudade num bloco de apontamentos… Ali sozinho… Momentos a dois.
Estavas lá…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.