Número total de visualizações de página

sábado, 29 de novembro de 2014

Onde vais...

Onde vais…

Onde vais amor
Com esse fugidio olhar
Onde vais nesse grito,
que é teu, só teu sem dor
Onde vais amor
Com essa garganta de cantar
Onde vais nesse curvar do gemer
Nesse lábio carmim
Onde vais… Onde vais…
Com olhos de saber
Em amor que geme sim
Que ondula pelos ais
Onde vais… Onde vais…
Meu amor
Onde vais de perfume louco vestido
Meu amor, onde vais
Eu vou contigo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.