Número total de visualizações de página

domingo, 26 de outubro de 2014

Amiga

Amiga

Minha amiga de bela boca, de belos olhos cor de mel
Amiga singela, quando o sol à janela, pinta o rosto em tons pastel
Amiga minha… Minha amiga

Que seios, esses que me escondes, que ventre é esse que ondula audaz
Corpo de amiga moldado de prazer, peço que deixes acontecer, deixa o amor ser capaz
Minha amiga de respirar perfeito, corpo límpido de luz e respeito
Amiga minha… Minha amiga

Que dom é esse, nesse corpo desejado, será que o meu olhar anda perdido
ou é o meu coração apaixonado, por um desejo pedido?
Minha amiga de traseiro cativante, passos de beleza em cada instante
Corro por ti como amante, sabendo que o tempo é em tudo marcante
Amiga minha… Minha amiga

Amiga de fronteiras fechadas, peço que deixes passar este transeunte, este mendigo
Tu na minha vida já és amiga, na tua vida o desejo é estar contigo
Galantes são os desejos por vós, momentos que imagino reais
Deixai-me sonhar momentos a sós e viverás o amor como jamais

Amiga minha… Minha amiga


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.