Número total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Luz eterna

Luz eterna

Estará frio…
Quando eu morrer
Estará negra como carvão…
A terra

… Quando eu morrer
Será silêncio em cada grito
Não haverá chuva lá fora
O sol não se lembrará
Será…
Gelo aos olhos humedecidos
As lágrimas…
Serão orvalho no tempo
No frio, no gelo… No silêncio

… Quando eu morrer
Olha-me… Eu não vou sentir
Toca-me… Eu não vou reclamar
Beija-me… Eu não irei sorrir
Abraça-me… Eu vou-te amar
Eternamente…

… Quando eu morrer
Estará frio
Dentro de mim…
Olha-me, antes que seja pó
Toca-me, antes que se feche o tempo
Beija-me, antes que seja coberto
Abraça-me, antes que a terra me abrace

… Quando eu morrer
Espero encontrar-te
Faremos amor…

E no céu seremos a continuidade,
da luz que vivi na terra
Estará frio
Quando eu morrer
Será gelo dentro de mim…
Mas a luz arderá eternamente
Contigo…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.