Número total de visualizações de página

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Fanático

Fanático

Sou fanático… Pela dança e sexo oposto
Pelo salpico e arrepio de pele
Pelo feminino… Pernas, tronco e rosto
Pelo vento que se solta no rodopio
O mel
O doce bailado num corpo que provoca frio
Sou fanático…
Sou mãos que rasgam… Como tu rasgas o ventre
O sensualismo
O gesto comovente
O realismo

Sou fanático pelo feminino
E tu, sabes que me salpicas o olhar
A loucura
Deambulas as nádegas em rotação provocante
Candura… Doçura
Arrepiante… Delirante…
Rasgas na dança a interpretação da beleza
Hipnotizo-me pelo teu rasgo… Paixão

Sou fanático…
Dos penetrantes movimentos…
Saltas…
Saltam as dunas do teu peito
Saltam verguilhas… Botão sedento
Emoção
Respeito
Respeito na melodia, roubos do pensamento
Desejos ardentes
Liberdade
Liberdade nas ondas atraentes
Que atraem o fanático de mim
E de mim é o exaltar do ilustre e sagrado
Tu humedeces
Lubrificas o ser amado
Salpicas e aqueces

Dança… Sou um fanático apaixonado
Um embriagado pelo amor, como um homem qualquer
Louco pela dança, pelo corpo… Por ti…
Por ti… Mulher…



José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.