Número total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Anjo de luz... Menina de asas doces

Anjo de luz… Menina de asas doces


Poderás saltar… Correr até que te abrace… Porque meus braços são os suportes do nosso amor.
Sou luz e te espero…
Poderás cair sem que te magoes… Eu te segurarei no tempo exacto… No momento perfeito em que ambos seremos um.
Sou luz e te espero…
Poderás voar… Surreal seria não o conseguires… Pois te imagino nas asas do meu sonho… Meus olhos te olham na suavidade do meu céu.
Sou luz e te espero…
Poderás sentir frio em teus lábios… Mas ao me encontrares serei teu conforto… Serei a boca gigante que te abocanhará na vontade de um vulcão.
Sou luz e te espero…
Poderás sentir pulsações fortes… O medo de poderes cair e eu não estar para te abraçar… Isso será impossível… Eu vivo contigo ao segundo.
Sou luz e te espero…
Poderás deslizar pelas estrelas… Sucumbir à luz da lua… Sentir atracção pelos raios do sol… Mas eu te darei sinal… Olharás pelo azul e sentirás carne… E terminarás deslizando até ao meu coração… Eu te receberei na autêntica vontade poética.
A lua também é minha… O sol também é meu…
Sou luz e te espero…
Poderás dançar… Pois ao chegar em meu regaço… Serás completamente minha… E a dança continuará… Seremos a obra… A arte… O poema…
Sou luz e te espero…
Poderás cair virtualmente… Mas cairás num momento real… Eu sou de verdade e te espero… Anjo de luz… Minha menina de asas doces.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.