Número total de visualizações de página

terça-feira, 24 de junho de 2014

Incompleta realidade

Incompleta realidade

Sonhei-te... E não evitei o envolvimento
No teu olhar me perdi, queria-te real e sensível
Por fim alcancei-te e no mais doce sentimento
Quis amar-te,
quis ser digna do meu mais apetecível
… Amor
Sonhei-te…
E hoje acordei com a sensação do teu odor,
estou aqui contigo ainda no sonho.
Olhos abertos
Com eles assim vejo-te… Quero tocar-te
Beijar-te
Abraçar-te sem uma palavra,
Sem um gesto e sem protesto…
Não sei de ti...
Chamo-te em poesia,
na esperança que meu sonho se abra
Amo-te em magia partilhada,
na mesma palavra
Por ti e por mim roubada
Dualidade por nós alcançada neste amor,
longo vai ser o caminho,
longo seremos nós próprios... Eu chamo de carinho
E nesse carinho, seguiremos na voz de mão dada
Construir em sonho a nossa estrada
Uma paixão celestial
Seres meu…
Eu ser tua, sempre tua... Musa,
num mundo e sonho real


José Alberto Sá/Musa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.