Número total de visualizações de página

sábado, 10 de maio de 2014

Me dás... Eu te dou... Meu mundo

Me dás… Eu te dou… Meu mundo

E aqui meu mundo, não há quem negue
O que tanto me dás, o que tanto me ensinas
Palavras de um Deus que me segue
Candura em poesia, vestida de rimas

É aqui meu mundo que respeito e me deleito
Com odes, canções de um coração lusitano
Deus dos amores… É convosco que me deito
Sentindo nas linhas a palavra que amo

Pões-me tu… Deus de um mundo meu
Palavras escritas que penso e relato
Pões-me tu… Versos que escrevo neste meu céu

E aqui meu mundo, te ofereço a luz do meu apogeu
O meu momento deliciosamente aromatizado
O perfume da poesia, do meu coração… Para o teu


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.