Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de março de 2014

Meus e teus sentidos

Meus e teus sentidos

E belo é o frio que se fez agora...
O gelo me fez apertar as pernas...
Para te sentir em mim, aconchegada

És tudo… Amada

Impossível é o meu desejar de louco
Sentir-me perdido por entre gemidos...
Gritos de quem quer...
Quer...
Quer...
E os seios se sonham... As entranhas somente são...
O amor somente existe...
A razão… Razão…

Por aí... Aqui... Ali... Sei lá...
Um dia talvez te sinta na luz dos meus olhos...
Sou assim perdido por ti...
Peço-te...
Perde-te um pouco...
Preciso te procurar

Querer é ser...
É ter...
É viajar…
Correr pelo mundo de cor canela...
Uma porta... Uma janela...

Sonhar com flores e pássaros voando...
Um arco-íris de amor... Cheiros púrpura e violeta...
Mares de rosas... E tu...
Tu serias o complemento ao mundo perfeito...
O meu mundo… Que amo e sonho

Não te consegues arrepiar, como eu...
Eu amo... Amo... Amo...
Sempre na esperança que exista um mar gémeo...
Um mar que me traga a vontade que tenho...
Ondas… Ondas onde venhas diluída
Ondas de vibrações minhas… Querida…
E nessas ondas me afogaria, em ti

Correr para ti… Mergulhar… Apetecível...
Mas olhar-te... Sentir-te… Meu Deus...
Seria a imensidão da minha inspiração...
Teus sentidos em mim… Em ti os meus
… Sentidos


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.