Número total de visualizações de página

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Agora

Agora

Que me importa
O mundo, onde estou
Se este mundo
é o que me esquece
É o mundo que nem me merece
Na vontade do que sou

Sou e serei
Somente
O simples homem crescido
Pobre, rico ou mendigo
Mas doce
e belo de coração

Assim é o mundo real
É o amor ao qual
Sou crente
Sou gente
Sou dor… Sou amor

Sempre igual
Que me importa o mundo
Lá fora
Se eu vivo aqui e agora


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.