Número total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Navegas nas minhas veias

Navegas nas minhas veias

Nem o mar que amo, me leva para seu corpo salgado...
Nem as ondas de espuma me abraçam...
Somente tu...
Mar de amor, meu sorriso amado
Somente tu...
És as ondas de um corpo que me ameaçam

Somente tu...
Meu amor que me falas e me amas
Nem o mar que amo, me irá molhar
Somente tu...
Que transpiras quando me chamas
Tu que me olhas e me falas...
Tu que és maior que o mar

Mais doce que o horizonte
Mais bela que as areias de cristal
Mais pura que a água da minha fonte
Mais delicada que a flor, do meu roseiral

Nem o mar, nem o sol, nem a lua
Somente tu...
Me consegues levar
Nem a terra, nem o ar,
te consegue imitar nua
Pois nua és minha de corpo e alma
e nua te quero amar


José Alberto Sá.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.