Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Chorar...

Chorar…

Queria chorar o que não sei…
O que não sei deste amor bandido
Meu amor sofrido
Meu amor que ganhei…

Queria chorar o que não sei…
Meu amor, soltar as lágrimas do perigo
Meu amor, meu castigo
Meu amor estar contigo… Ser rei

Queria chorar o que não sei…
Meu amor, meu horizonte
Meu amor, minha fonte
Meu amor, que em sonhos abracei

Queria chorar o que não sei…
Meu amor por mim amado
Meu amor por mim levado
Meu amor, tu já és lei

Queria chorar o que não sei…
Meu amor, somente te quero
Meu amor, ai como te espero
Meu amor, como te amo e amarei

E no dia que não chorar
É porque te tenho a enxugar as lágrimas do meu olhar
Eu sei o quanto te amo
Em cada segundo… A cada hora… Todo o ano


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.