Número total de visualizações de página

domingo, 13 de outubro de 2013

Ó mar... De amor

Ó mar… De amor

Ó mar que não me entendes
Ó razão do meu navegar
São ondas, são ventos … São fontes
São braços de quem quer amar

Ó mar porque a ti me prendes
Ó espuma do meu salivar
São brisas, são maresias… São saudades
São verdades que grito ao luar

Ó mar que beijas a areia
Ó vento que aromatiza a lua
São perfumes, são fragrâncias… São essência
São distâncias de uma imaginação nua

Ó mar que espreita a duna
Ó gaivota que sonhas ser do céu
São pios, são mios… São gemidos
São loucuras de um amor que quer o teu

Ó mar que ama a varina
Ó grandeza deste meu mundo
São desejos, são paixão… São amor
São beijos, são carinho… São calor

Porque é neste mar…
Que me sinto amado
Porque é neste amar
Que me sinto apaixonado

Mar de amor…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.