Número total de visualizações de página

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Aventura

Aventura

Dançava com a lua
O cabaret abriu a porta
As luzes se acenderam
E nua…
Sim… tu estavas nua
Só eu fiquei…
Alguém que se importa

Estava iluminada publicidade
Onde reluzia uma menina
Linda de tenra idade
Branca… Doce… Pequenina

Dançava no palco sozinha
O barão transpirava
a humidade de um corpo belo
Só eu estava…
Eras minha

Levantei-me da cadeira
Sorriste para mim
Peguei-te na mão
Soltei meu coração
Me disseste que sim

No cabaret da ribalta
Onde a dança ama o fado
Onde a cor convida a malta
E o amor é o outro lado

Atravessamos a rua
Subimos a escadaria
Todo o ar sorria
Num quarto fechado
E tu nua
A meu lado

Sem quase falar
Só quisemos amar
Esquecer a mente pura
Subimos às estrelas
Num mar de caravelas
E vivemos a aventura


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.