Número total de visualizações de página

terça-feira, 9 de julho de 2013

Uma nova lua

Uma nova lua

Procuro uma nova lua
Um novo desejo ardente
Uma madrugada orvalhada de pele nua
Um saber, uma luz mais atraente
Procuro…
Procuro a subtileza do pensamento
A riqueza idosa da minha cultura
Saber pensar ou saber amar como sabe o vento
O vento que passa…
Que passa, me refresca e sempre dura
Procuro a ternura oferecida
O roubo a alguém com gentileza
Um amor que não me atemoriza, a dor da vida
A procura de alguém a quem dou a certeza
Por isso procuro uma nova lua
Uma nova claridade
A natureza pura e nua
A conquista de um olhar, que me diz ser a verdade
Procuro…
A esperança que peço ao momento
Uma lua redonda onde gira o meu destino
Obliquo, paralelo, vertical, horizontal, nos ponteiros do tempo
Travessas que procuro desde menino
Procuro…
… O sabor
… O tacto
… A visão
… O amor
Que de facto…
É o procurar de um coração
Continuo na procura de uma nova lua
Um novo corpo que amo, no suave querer do meu olhar
Muita ternura cá dentro… No meio da rua
Um novo brilhar…
Uma nova lua que quero amar

José Alberto Sá


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.