Número total de visualizações de página

terça-feira, 2 de julho de 2013

Sozinho à beira mar

Sozinho à beira mar

À beira mar…
Quis eu sentir os teus cabelos que esvoaçavam
O vento dava forma ondulada aos cabelos do meu luar
À beira mar…
Quis eu sentir os teus ombros que em mim tocavam
Minhas mãos queriam tudo levar
À beira mar…
Onde as areias se molhavam
A lua… A lua…
Que nos iluminava, reflectia uma sombra nua
À beira mar…
Quis eu sentir os teus braços que me aqueciam
Meus braços apertavam e te queriam
À beira mar…
Quis eu sentir somente um beijo
Minha língua humedeceu meus lábios para amar
À beira mar…
Sozinho… Sentado… Te sonhei… Era meu desejo
Quis eu sentir um corpo que não estava
Meus olhos procuraram humedecidos
À beira mar…
Com os olhos fechados sonhava
e o sonho a ti me levava
Quis eu te ter… Num momento frágil, mas apetecido
À beira mar…
Sozinho… No mundo de amor
Onde o que quis… Foi pedir que não seja esquecido
E tudo que ali sentia era o perfume de uma flor
Que naquela noite comigo sozinho ao luar
Junto do meu coração, quis sentir o meu pulsar


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.