Número total de visualizações de página

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Até amanhã

Boa noite

Se fujo para não me lembrar
Sempre te encontro
Se durmo para não te ver
Sempre te vejo ao acordar
Sempre que páro para não te seguir
Esperas por mim até ao anoitecer
Sempre que sonho quero acordar
Sempre nos sonhos me queres amar
Já não vale apena correr
Teus passos me acompanham
Já não vale apena fechar os olhos
Te sinto tão perto, que quero beijar
Se fujo?
Não vale apena!
Serás para sempre a minha pequena

José Alberto Sá


Beijinhos/abraços

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.