Número total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de abril de 2013

A tua voz


A tua voz

Ouvi a voz da formosa dama
Que voz!
Dilacera-me com timbres de emoção
Que voz!
Frente a frente entrego-lhe meu diploma
Que voz meu Deus... É distinção
Quem resiste... Que ao ouvir-te, não te ama
Que voz!
A auréola da minha paz... É oração
Que alívio te ouvir,
nas pausas do teu coração
Que na voz trazes acesa chama
Oh voz... Minha dama
Luz de um coração tão gentil
Voz pura de linda garganta
Fé de um sonho ou mais de mil
Milagre de um dia,
que na voz me encanta
Que voz!
Tão cristalina
Voz de menina
Que amo ouvir a sorrir
Até suspendo o caminhar
Que voz meu Deus... Meu coração a partir
Querendo te falar
Que voz de amor!
Que voz de amar!

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.