Número total de visualizações de página

terça-feira, 26 de março de 2013

Não vou chorar


Não vou chorar


Não vou chorar
Mesmo com os olhos de emoção
Não vou chorar
Aguentarei o saco lacrimal
A dor do meu coração
Não vou chorar
Aguentarei o vermelho do meu olhar
O teu silêncio na minha canção
Mas…
Não vou chorar
Cantarei baixinho para me libertar
Fecharei os olhos para te sorrir
Mas…
Não vou chorar
Cantarei meu poema para te sentir
És tão única que penso que não me queres
És tão linda que penso teres mil cores
E é aí que me dá vontade
Correr pelos campos contigo
Colher malmequeres
E rebolar sobre a essência dos seus odores
Mas…
Tu não me falas, tu não me contas, tu não me dizes
Não vou chorar
Vou esperar até que me avises
Que ganhes coragem e nessa viagem
Me venhas contar
Até lá… vou esperar
E não vou chorar

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.