Número total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Infinito contar


Infinito contar

Um segundo apenas
Tudo mudou
Sou o menino da luz cristalina
Um segundo apenas
E a luz que voltou
Foi aurora da íris d’uma linda menina
Momento que me fez sonhar
Sonhos de espuma de mar
Milho doce
Como se fosse
Menino do sol numa história de encantar
Um segundo apenas
E meu corpo se agarrou à terra
Com garras de amor
E seja como for
Sou o mar, sou maresia
Sou Gaivota, sou magia
Sou a luz do teu olhar
Quero-te sentir e abraçar
Quero-te uva do meu lagar
És a vontade constante
De um sonho por acabar
Minha luz, menina do meu acordar
Um segundo apenas
E neste corpo de infante
Te desejo a cada instante
Na contagem do meu pulsar
Olá… menina de belo sorriso
Um segundo apenas
É tudo que novamente preciso


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.