Número total de visualizações de página

domingo, 16 de dezembro de 2012

Natal 2012


Natal 2012

É natal!
Quase esqueci!
As luzes lá fora já enfeitam a rua
As árvores se vestiram de verde
Eu já as vi...
Mas sinto... A vida tão nua
Mesmo assim, retirei musgo do verde chão
E fiz meu presépio, com o menino
Nossa senhora de rosto triste,
mas doce de coração
E eu... Tão pequenino
Olhei o menino
Que bom... Ele existe
...
Os reis do oriente
Chegaram pela minha mão
O anjo também apareceu
A cabana de palha, do trigo... Semente
Ouro, Mirra e Incenso pelo meu coração
Jesus deitado o seu rosto ergueu
As luzes da minha árvore piscaram
Lá fora a neve caía
Os anjos em redor de mim... Dançaram
Sorri de contente, quanta alegria
Era natal e eu quase esquecia
Momentos difíceis na minha visão
Coisas incríveis de quem nos faz mal
Meninos do mundo, do meu coração
Demos as mãos, porque é natal!


José Alberto Sá

1 comentário:

  1. Olá amigo poeta, venho , através deste recadinho, desejar-lhe um maravilhoso Natal, e muito amor, paz, carinho e prosperidade a ti e seus entes amados neste novo ano que se aproxima! grande abraço dessa aspirante a poetisa!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.