Número total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Porquê?


Porquê?

Rezo
Levanto a cabeça em direcção ao céu
Ajoelho-me na terra meu pó
Preso
Ao mundo errado que também é meu
Mundo injusto, sem dó
Meu peso
Castigo que me pertence
Pense ou não pense
Reza
Olha para cima para sentir
A tua lágrima que na face escorre
Presa
Ao abismo do nosso cair
Lágrima que não morre
Rezai
A chorar
A sorrir
Ao Pai
Os homens não se entendem
Por isso aqui estou para Te sentir
Perdoa-lhes eles não sabem…
Eles não cabem…
Eles ignoram a palavra
Fala-me... Quero-te ouvir
Meu Pai

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.