Número total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

menina do mar


Menina do mar

Incompreendida…
Imagino o seu pensar
Ela é luz… Ela é paz
Ela me é muito querida
Me faz lembrar o mar
Imagino-a desejada
Assim falam os meus olhos
Incompreendida… Talvez ciúme
É no vestir a menina dos folhos
O fogo do meu lume
Só quer doar o seu amor
Amante do mar e da lua
Amante da natureza
Para mim uma flor
Uma beldade que imagino nua
Sonhos de quem tem a certeza,
que a sua felicidade
É na verdade
Amar tudo ou mesmo nada
Ela dá, ela beija
Hoje é dela a minha inspiração
Realidade da mente inspirada
Ela é luz em seu coração
Eu sou a luz que a deseja
Ela é o recitar
A lua a sua claridade
O mar a sua vaidade
Assina com mão de donzela,
Lunamar
Menina bela…


Poema dedicado à minha amiga Lunamar, uma mulher que inspira e atrai perfumes em poesia.
Obrigado pela tua amizade. Beijinhos

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.