Número total de visualizações de página

terça-feira, 17 de julho de 2012

Beija-flor


Beija-flor

Do alto do céu
Sentindo as estrelas
Senti-me voar
Tanto amor... Dali... Tudo era meu
De lá de cima avistei caravelas
Voavam no mar
De lá de cima gritei
- Eu sou um passarinho
Cores de pastel, quantas mil eu apanhei
E dos floridos jardins, eu fiz um raminho
De lá de cima
Eu era um passarinho cantando
Poemas em alta voz, quanta rima
De lá de cima...
Amava tudo
Tudo que ia devorando
Que bom ser passarinho, saber voar
De lá de cima avistei, algo belo e brilhante
De lá de cima avistei, que alguém me acenava
Alguém me queria falar
E eu, o passarinho que voava...
Desci...
Nas asas de um sonhar
Um passarinho que voava no amor que senti
E quando no chão
No meio da multidão
O que brilhava era o amor
E eu o passarinho
Abracei-o e com ele novamente voei
Voei com o meu beija-flor
Estava na terra o céu que ganhei

José Alberto Sá

1 comentário:

  1. vooe....sonhando se inaltece a alma...só voando nos desligamos...na imensidão da alma.bjinho kerido..poeta

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.