Número total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Vem para mim...


Vem para mim...


Se digo amo... Amo perdidamente
Se digo gosto... Terá que ser magia
Se digo quero... Será intensamente
Se digo anda... É hoje e não outro dia
Por isso amo perdidamente se digo
Por isso gosto da magia, contigo
Por isso quero intensamente, teu odor
Por isso anda hoje meu amor
Perdidamente, digo isso...
Contigo na magia de um gosto febril
Do teu corpo, teu odor, eu preciso
Hoje e não outro dia, vales por mil
Perdidamente me acho em ti
Desapareço, aparecendo em tua magia
Fechado em teu aroma, me abri
Dentro do teu corpo, libertei a alegria
Hoje digo que te amo, como sempre
Hoje digo gosto ainda mais
Hoje quero que sintas minha semente
Hoje digo anda, seremos reais
Porquê, dizer não...
Se queremos que seja sim...
Porquê então?
Vem para mim...

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.