Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Rosa


Rosa


Ontem aquele rebento
Floriu…
Ontem aquele rebento
Quis olhar-me…
Hoje este rebento
Me sorriu…
Hoje este rebento
Disse amar-me
Amanhã espero o cair das suas pétalas
No meu chão…
Amanhã espero o cair das suas pétalas
E apertá-las em meu coração
Depois…
Esperarei que de novo floresça
Esperarei que possa novamente olhar-me
Esperarei que amadureça
Para de novo… Amar-me
Então…
Apanharei todas as pétalas novamente
Colocarei em meu coração
Apertadas em minha mão
Ficarão comigo para sempre
Uma flor que me é querida
Em cada letra desta prosa
Para toda a vida
Uma rosa

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.