Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Estimulante


Estimulante

Estimulante é a chave
A pena que de leve cai
O algodão no corpo suave
Um fogo, um gelo, um ai
Um dedo perto do precipício
A língua húmida a salivar
O medo ou ansiedade, o início
O brilho depois no respirar
Estimulante…
É o vento que me traz o teu cheiro
Na tua ausência…
O dormir agarrado ao teu travesseiro
Numa pura insistência…
… O amor
Estimulante…
É sentir o perfume do teu sorrir
Uma carícia, um beijo
Um tactear a subir
Pelas pernas, na procura do desejo
Estimulante…
Pureza sublime em suspiros
Humidade e contracções
Apertar entre as mãos dióspiros
E sentir erupções
Estimulante…
Prazer num deslizar em elegância
Milímetro em milímetro… Estimulante
Penetrar em doce ganância
E de tudo saciar, naquele instante


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.