Número total de visualizações de página

terça-feira, 8 de maio de 2012

Pobre? Eu?


Pobre? Eu?


Sou deveras rico, sem dinheiro
Sou imensamente rico, em amor
Rico por ser companheiro
Rico pelo meu valor
Pobre? Dizes tu!
Sou um rico amigo
De braços abertos à paz
Sou rico pelo abrigo
Por ser um simples rapaz
Pobre? Não me sinto nu!
A minha riqueza és tu
Tu que me olhas de cima
Tu que me amparas
Tu que me fizeste a sina
Tu que em mim reparas
És o ouro do céu celeste
O sol da terra
E a riqueza me deste
Uma riqueza sem guerra
Pobre? Eu?
Sim, mas feliz
Pobre mas rico para Jesus
Rico por ser pobre de raiz
Rico por sentir o peso de uma cruz
Mas um pobre a sorrir
Pobre? Sim, mas sem importância
Pobre? Sim, mas sem ignorância
Pobre? Sim, mas sem distância
Pobre com Deus da abundância.

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.