Número total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Passarinho


Passarinho

P alpitava-me que era macio
A petecia-me tocar
S aborear o calor para além do frio
S aborear o negro no meu voar
A mar-te seria perfeição
R eluzes no brilhar do sol
I nocente menina de penugem fina
N inho perfumado, minha ilusão
H ilariante rouxinol
O nda de amor por mim acima

N ão penses que não sei voar
E u sou um pássaro como tu
G rites ou não
R ogues ou implores, vou-te amar
O meu voar é puro e nu

Voaremos em meu coração.

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.