Número total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Gelatina com morango


Gelatina com morango

Porque tremes pequenina?
Quanta fragilidade
Porque tremes menina?
Conheço-te em tudo pura
Reluzente em humidade
Vejo-te em tudo amante
Menina que me atura
Menina de doce candura
Minha poesia de corpo elegante
Chamei-te bebé, linda e boneca
Gelatina de pele cremosa
Bela de bom paladar,
do cupido, a minha seta
Menina vaidosa
Transparência do mar
Cabelos de ceda na cor do sol
Olhos atraentes
Rosto de girassol
Gelatina macia, vontades quentes
Oh… Como és bela
Menina que de vestido comprido
Pareces uma donzela
Oh… Como me sinto atrevido
Comer-te delicadamente com morango
Gelatina com chocolate
Comer-te seria,
a perna atrevida num tango
Comer-te e amar-te
Gelatina…
Adivinho a minha vontade!
Comer-te e sentir a vibração
Que na verdade
Igual ao vibrar do meu coração

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.