Número total de visualizações de página

sábado, 7 de abril de 2012

A tua canção


A tua canção


O ar trazia-me o som

Misturado com o vento

Uma melodia de amor

Respirei toda a canção

Chegada na clave do tempo

De olhos fechados, amei o calor

A brisa quente da tua voz

Quanta pureza na tua garganta

Olhavas o céu e cantavas... Coisas de nós

Quanta força do teu peito

Cantiga de amor... Na voz de uma santa

Senti cada nota musical

Abracei cada brisa perfumada

Amei de ti cada sinal

Numa canção por ti cantada

Estava só... Mas rodeado de melodia

Sabia que tu em mim pensavas

Então a noite se fez dia

Pela luz das palavras que mandavas

Oh... Como te respirei

Enchi meu peito de vontade

Queria voar na tua emoção

Oh... Queria te dar tudo que eu sei

Cantar contigo, matar a saudade

E ser contigo a mesma canção


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.