Número total de visualizações de página

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Prazer? Não! Dor...


Prazer? Não! Dor...

D roga
R ealidade do nosso mundo
O lhai... Prazeres do corpo
G anância doentia... Poço sem fundo
A lma sem vida... Vida sem porto

O lhai... Nem vós sabeis

P ergunto... Não há resposta
R evolto-me porque cresci... Vós não cresceis
A lmas que ao mundo viras-te as costas
Z ango-me porque não consigo
E levar-vos à razão
R azão? Talvez castigo

Q uebro-me, porque nada faço
U m momento apenas para escrever
E sta é a carta... O meu laço

M omento que eleva meu ser
A lmas perdidas sem ajuda
T eimais em não me ouvir
A vossa dor é aguda

Vivei como eu, olhemos o mundo a sorrir

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.