Número total de visualizações de página

sexta-feira, 20 de abril de 2012


Ausência de ti

Não me deixes amor
Fiquei sem voz pela tua ausência
Não me deixes, por favor
Desculpa a minha insistência
Porque sou uma carta rasurada
Cheia de palavras para ti
Sou um coração que já não serve
Já não sou nada…
Já não vejo o rosto que sorri
Meu coração chora pelo que perde
…Não me deixes amor
Fiquei sem vontade de escrever
A caneta já não tem tinta para te falar
O papel amarrotado… É o meu sofrer
As unhas roídas se misturam no meu chorar
E tu… Faltas-me para que viva
Tu faltas-me para que caminhe
…Não me deixes querida
Faz com que o meu coração adivinhe
Que ainda tenho esperança
É a vontade que tudo alcança
A minha…
Desespero pela dúvida ou reticência
Não vivo sossegado sem amor
Não vivo feliz pela tua ausência
Sou na sede uma flor
Não me deixes amor
Caminha…
Te espero
É tudo que quero

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.