Número total de visualizações de página

terça-feira, 20 de março de 2012

Coragem... Grita...


Coragem… Grita…


Porque não consigo caminhar gritando

Que amo as flores, os animais e as aves

Amo as árvores, os rios e o mar

Amo o frio, o calor, as brisas suaves…

Amo a chuva, as nuvens e o ar

Porque tenho vergonha de gritar

Que amo o céu, a água e a terra

Amo o dia, a noite e o tempo

Amo as estrelas, o sol, o luar…

Amo a floresta, o vale e a serra

Amo a felicidade, a alegria e o vento

Amo a perfeição, o coração e dar

Porque tenho medo desabafar

Que amo a união, os amigos e o carinho

Amo a companhia, a oração, o amar…

Amo a paz, a harmonia e o nascimento

Amo a mão, o abraço e o ninho

Amo o beijo, a carícia e o alimento

Porque me retenho em dizer

Que amo quem ama, o chão e a cama

Amo o irmão, a mãe, o pai em amor…

Amo a mulher, o fruto e a rama

Amo os homens, a força e o louvor

Um dia terei coragem de tudo dizer

Que amar é sofrer

Amar é tudo enaltecer

Amar é falar do meu ser

Amar num gritar e poesia recitar

Amar, amar, amar…


José Alberto Sá

3 comentários:

  1. Belíssimo Poeta...!!

    Saudações...!

    "Alma Exposta"
    Poetas, Poemas e Poesias
    http://haydeecerantola.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Toma-me...rendida estou. Tuas belas e doces palavras,teu respirar é o meu viver...Obrigada. Beijinhos.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.