Número total de visualizações de página

terça-feira, 20 de março de 2012

Continuo


Continuo


Disseste que me abraçavas

Disseste…

O tempo passou

Ninguém me abraçou

Disseste que me beijavas

Disseste…

A boca secou

Ninguém me beijou

Disseste que me querias

Disseste…

No chão escreveste com um giz

Ninguém me quis

Disseste que me oferecias

Disseste…

Que teu coração era meu

Ninguém apareceu

Disseste que fazias amor

Disseste…

E sem pudor, oferecias a quimera

Sem abraço, beijo e sem amor

Continuo à espera


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.