Número total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Vinde


Vinde


Vinde ver as palavras que escrevi

Vinde ver como sabem dançar

Palavras que hoje conheci

Vinde ver como são belas

As palavras do meu embalar

Deslizam nas linhas como caravelas

Na linha do horizonte do meu mar

Vinde ver cada letra

Bailados da minha caneta

Nas linhas do meu olhar

Vinde ver como sabem dançar

Palavras como o amor

Que dançam como as borboletas

De flor em flor

Vinde ver como nasceram

Vinde e saciai-vos de seu perfume

Assim me conheceram

E me levaram até ao cume

Vinde ler esta paixão

Palavras de um poeta

Palavras do meu coração

Vinde… Deixei a porta aberta

Para vos dar a minha alegria

Pensamentos e vontades

A minha poesia…

Verdades


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.