Número total de visualizações de página

sábado, 5 de novembro de 2011

Porquê?


Porquê?


Crucificado

Traído

Acusado

Cuspido

Tudo pela minha salvação!

Pregado

Condenado e inocente

Rejeitado

Meu Deus... Peço perdão!


Perdão Senhor… Eu te sou crente

Tu foste flagelado

Trespassado por uma lança

Meu Deus imaculado!

Meu Amor…

Sinto que meu coração te alcança!


Considerado criminoso

Deus do universo

Piedoso

Me ajoelho a Ti neste verso

Não morrerei

Não deixarás

Eu sei,

que me levarás

Num sono

Porque,

meu coração já é teu

Meu viver, de quem és dono

Quer que sejas meu.

Perdoa-nos... Senhor!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.