Número total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Sobre ti


Sobre ti


Abri o caderno

queria preencher as folhas

em branco

Acabar o inferno

desabafar

não ter segredos, ser franco.


Escrever palavras sem gaguejar

Sem pudor

Escrever palavrões

Desabafos de amor

Libertar-me de emoções

Rabiscar sobre as linhas

que me abençoavam

Falar sobre ti, sobre tudo

o que tinhas

As curvas que me enfeitiçavam.


Era na escrita que te preenchia

Nas palavras que te oferecia

Amores e afectos de quem queria

Poções mágicas da tua alegria.

Tinta gasta em mil folhas

Palavras saídas com fervor

De entre os dedos,

as minhas bolhas

Minha dor, o teu amor.


No fim do caderno escrevi

A palavra mágica, que nunca engano

Gravei-a só para ti

Num bordado de letras

Te amo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.