Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Explicação


Explicação


Senti vontade de te explicar

O meu inconveniente sofrer

Estou pronto para te ouvir

Nas palavras mudas do teu falar

Partilha do meu querer

Partilha do meu sorrir

Já não existe promessas

Eu sei como te sentes

O amor nasceu às avessas

Do lado da loucura

Vontades ausentes

… Diabrura

As palavras que não me dizes

O abraço que não sinto

E que deixou cicatrizes

Mas eu te amo… Não minto

Não receio chorar

Eu também sinto teu soluçar

Não tenho medo de acordar

Sobrevivo ao dom da vida

No desejo de te abraçar

E te encorajar

Amiga querida…

Naquele dia… Sim acredita

Naquele dia… Tocarei trombeta

No dia do encontro

Registo da minha escrita

Segredos da minha caneta.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.