Número total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Fábula do bailarico


Fábula do bailarico


Naquele dia queria

Cantar, pular e bailar

O sol me tinha convidado

Um dia diferente, muita alegria

Naquele dia queria saltar

O vento estava a meu lado

Olhei as horas, era meu par


Dancei uma valsa

Linda música de encantar

Estava feliz, senti na calça

Minha perna a dar a dar


Menina luz me sorriu

Não consegui evitar

A balsa parou, meu coração se abriu

Com a luz eu fui dançar

Ciumenta a hora chorou

Mas a luz iluminava

Sendo ela que eu amava

Nada da outra me importou


Naquele dia de fantasia

Cantei ao lado do vento

Bailei nas horas do dia

Na luz do meu sofrimento

No fim do bailarico

Meu amor ali fez jus

Passei o tempo nas horas

Acabei o tempo na luz


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.